Praia de Okoloma, Curahama, numa manhã

Praia de Okoloma, Curahama, numa manhã. Antes de nascer, romper o sol. A beleza da terra da missão. Entendi que somos Índicos. O mar é a nossa machamba. O lugar de luta para ganhar pão na messa. O campo da batalha. Atrás deste alto mar, este Índico, lá a minha terra Natal, a minha Pátria. Tinhamos sorte para contemplar esta maravilhosa do Universo. No outro lado os pescadores com a sua luta. Têm que enfrentar o frio, o vento, as ondas e corrente. A vida é uma luta. Um campo da batalha. Obrigado pelas pequenas experiências e simples que sempre me desafia e ajuda para abrir os olhos diante desta grandeza. (Jimi Hayong SVD)